A Secretaria de Estado da Saúde apresentou nesta terça-feira (27) aos deputados estaduais, na Assembleia Legislativa, o relatório final de ações de 2017. A apresentação foi feita pelo diretor-geral da Secretaria, Sezifredo Paz.

Segundo o relatório, a execução orçamentária do ano passado ultrapassa R$ 3,7 bilhões investidos na Saúde do Paraná, o maior valor já registrado. “Foram 12,07% das receitas correntes líquidas do Estado em 2017 aplicados exclusivamente para o aprimoramento e a qualificação da saúde pública paranaense”, afirmou Sezifredo.

Dentre as ações de destaque para o período, foram ressaltados os investimentos em cirurgias eletivas; atendimento a bebês e gestantes; atendimentos de urgência e emergência; atenção à pessoa com deficiência e ao idoso; promoção à saúde; vigilância em saúde; entre outras.

A reunião foi presidida pelo deputado estadual e presidente da Comissão de Saúde, Dr. Batista. Segundo ele, a avaliação geral da apresentação foi positiva. “Todos os detalhes para atender às necessidades da comunidade estão sendo considerados. Isso é muito positivo. É ver que vidas estão sendo valorizadas”, ressaltou.

O deputado chamou a atenção para a redução dos índices de mortalidade materna e infantil. A razão da mortalidade materna no Paraná passou de 64,4 óbitos maternos para cada 100 mil nascidos vivos, em 2010, para 19,7, como resultado preliminar de 2017, uma redução de quase 50%. No mesmo período, a mortalidade infantil teve redução de 16%, passando de 12,2 por mil nascidos vivos para 10,3.

Os resultados podem ser relacionados ao fortalecimento da Rede Mãe Paranaense, com o repasse de mais de R$ 41 milhões ao custeio da Atenção Primária dos municípios do Paraná e a manutenção de 457 leitos de UTI neonatal espalhados pelas 22 regionais de saúde do Estado, sendo 57 contratados pela Secretaria com recursos estaduais.