A Polícia Civil divulgou na manhã desta terça-feira, 31, que o corpo encontrado queimado no dia 10 deste mês em Ampére, sudoeste do Paraná, era da bancária Vanda Salete Crestani Cantelli, 50. Em entrevista coletiva na sede da 19ª SDP em Francisco Beltrão, as autoridades que cuidam do caso divulgaram o resultado do exame de DNA que comprova que Vanda está morta.
 
Participaram da coletiva o delegado de Realeza Lucas Mariano Mendes, o diretor da seção técnica do Instituto de Criminalística Patrick Souza, o chefe do IML de Francisco Beltrão Irno Azolini e o diretor geral da Policia Cientifica do Paraná Hermson Bertassoni.
 
O exame de DNA feito com amostra de um dos filhos da vítima deu positivo, ou seja, o corpo queimado era de Vanda. A Policia não aguarda outro exame para dizer se ela foi morta antes ou foi queimada viva.
 
Também foi divulgado o resultado que o bilhete encontrado na casa da vítima em Realeza, que ela estaria sendo extorquida, foi escrito por ela mesma. A policia não repassou mais detalhes da investigação para não atrapalhar o trabalho.

Texto: Julio Cesar Alves Foto: Douglas Kichel
 
Em breve mais informações