Emoção do começo ao fim. Foi assim a decisão da 15ª Copa Sudoeste de Futebol promovida pela Associação Esportiva do Sudoeste do Paraná (AESUPAR). Com um grande público e dois times qualificados em campo a final da competição entre Ampére e Realeza neste domingo, 27, no Estádio Padre José Bosman, em Ampére, foi decidida nos pênaltis.

 

Após vencer no tempo normal por 3 a 2 os Amperenses conquistaram o tricampeonato do certame nas penalidades por 4 a 3. Os gols de Ampére foram anotados por Deni (2) e Fera. Os Realezenses descontaram com Diguinho (2). Nos pênaltis Ampére fez com Tiago Maggi, Eve, Tailon e Danrlei. Realeza anotou com João Pedro, Ilinho e Adaiano.

 

A torcida que esteve na decisão, cerca de 1.200 pessoas, assistiu a um grande jogo. Ampére teve mais posse de bola em todo o jogo e tinha que reverter o resultado adverso da partida de ida quando Realeza venceu por 2 a 1. Com bom toque de bola e velocidade Ampére chegava ao gol adversário com facilidade. O primeiro gol surgiu de pênalti. A arbitragem anotou toque de mão dentro da área e Fera fez o primeiro. Ainda na primeira etapa Realeza virou com duas belíssimas cobranças de falta de Diguinho.

 

Na segunda etapa Ampére voltou mais ofensivo e conseguiu a virada com dois gols de Deni de cabeça. O visitante assustava com contra ataques velozes. Com o 3 a 2 no placar e no agregado 4 a 4 a decisão foi para os pênaltis e Ampére que defendia o título de 2016 conquistado sobre Santa Izabel do Oeste também nas penalidades ficou com o terceiro título da competição regional. Capanema fechou em terceiro e Francisco Beltrão terminou em quarto lugar.

 

A premiação foi realizada no fim com a entrega dos troféus e medalhas, sendo prestigiada pelos prefeitos Disnei Luquini (Ampére), Milton Andreoli (Realeza), representantes da AESUPAR, vereadores e secretários municipais.